fbpx

O que é o DNA e qual seu impacto na vida moderna?

O que é o DNA e qual seu impacto na vida moderna?
9 de agosto de 2021 Freitag Laboratórios

 

O que é o DNA e qual seu impacto na vida moderna?

DNA é a menor molécula do ser vivo e está alojada dentro do núcleo de cada uma das células que formam um ser vivo e é conhecido como a matriz da nossa existência, nele está “escrito” como cada ser vivo irá se formar e se desenvolver, são sequências de nucleotídeos (timina, citosina, guanina, adenina e uracila) que dependendo da forma como estão dispostos armazenarão uma informação para depois ser usada pelo nosso corpo.

Tendo isso em mente podemos afirmar que todas as características presentes nos seres vivos são dadas por causa do DNA? Não, pois devemos contar algumas circunstâncias como metabolismo e fisiologia, por exemplo a altura de um indivíduo não é uma característica genética e sim fisiológica vindo principalmente da frequência de uso.

No DNA está descrito principalmente o formato das nossas células e proteínas e a funcionalidade dos mesmos.

E como todas essas informações e pesquisas sobre o DNA podem interferir no mundo moderno?

Atualmente o impacto já é alto inclusive existe um ramo da ciência que pesquisa DNA, esse ramo é conhecido como Biologia Molecular uma área emergente que está com um alto crescimento e que pode ter um alto impacto na vida atual como vimos em tempos recentes na pandemia do COVID-19. Aposto que você já escutou falar sobre “PCR” que é um exame de Biologia Molecular que se destaca por conseguir identificar o DNA de um microrganismo dentro de uma amostra. Cada ser vivo tem uma sequência genético só sua e a PCR a partir de testes in vitro consegue identificar o material genético e dar um resultado de presença ou ausência para qualquer tipo de ser vivo.

O Laboratório Freitag atualmente possui um setor de Biologia Molecular para poder entrar na corrida destas novas técnicas genéticas que prometem mais seletividade, velocidade e qualidade. 

Atualmente já possuímos identificações de bactérias como Salmonella spp e Listeria monocytogenes pela técnica de PCR e alguns outros métodos como identificação de fatores cancerígenos em água potável, ambiental e resíduos sólidos.

Mesmo com todas as informações e esforços acadêmicos a respeito do DNA só podemos afirmar de certeza que ainda há muito a aprender e que existem muitas técnicas de Biologia Molecular que ainda ganharão a luz do dia.

Autor: Ricardo Henrique Doring – Técnico da Biologia Molecular – Freitag Laboratórios

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*